Energia fotovoltaica: Iguatu recebe painéis solares e adere à matriz solar

Iguatu recebe 1.430 painéis solares com instalações da Sou Energy. (Foto: Banco de imagens)

Iguatu recebe 1.430 painéis solares com instalações da Sou Energy. (Foto: Banco de imagens)

Painéis solares. O interior do Ceará recebe investimentos de aproximadamente R$ 1,7 milhão em energias renováveis. Serão inseridos em Iguatu três empreendimentos oriundos de matriz solar. A Sou Energy é a responsável pelas instalações e implantará 1.430 painéis na cidade. 

> Empresas adotam carros elétricos

> Distribuição de equipamentos fotovoltaicos: Sou Energy participa da Intersolar 2018NOTÍCIAS

> FIEC reconhece empresas por desempenho ambiental

Os equipamentos são da empresa chinesa GCL. Além disso, também serão instalados oito inversores da alemã SMA Solar e da também chinesa Growatt, marcas líderes do mercado mundial.

A energia solar é vista como uma alternativa para a redução de custos no segmento. Ao visar o avanço do cenário, as empresas Arroz Antunes, Nossa Flora e JC Martins investiram em painéis solares na cidade de Iguatu. As empresas contrataram a Sou Energy para realizar a instalação de 1.430 painéis solares. O investimento para a realização dos projetos gira em torno de R$ 1,7 milhão. Ademais, o retorno está previsto para quatro anos. Os empreendimentos produzirão, juntos, cerca de 802 mil kWh/ano. A expectativa é que se faça uma economia de mais de R$ 230 mil/ano.

Painéis solares e o Meio Ambiente

O projeto de instalações em Iguatu visa a modernização e garante a estabilidade do meio ambiente. O estimado é que cerca de 41.702 kgs/ano de CO² deixem de ser emitidos com o uso dos produtos.  

Em setembro, o Ceará acelerou os processos de licenciamento para a instalação de usinas fotovoltaicas no estado. O Conselho Estadual do Meio Ambiente (COEMA) é o responsável por modernizar os processos, que garantem o crescimento exponencial do estado neste mercado. Além disso, a ação possibilitou maior abertura para oportunidades e investimentos na área.

Entenda o cenário 

Referência nas produções de energias renováveis, o Ceará teve um aumento significativo da potência solar. Ainda em 2018, a produção cresceu cerca de 57% este ano, segundo dados divulgados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL)

Até o ano passado, a capacidade anterior era de 10,9 megawatts. A partir deste ano, aumentou para 17,1. O Estado ocupa o 5º lugar no ranking nacional dos produtores de energia solar e o 1º no nordeste. Além disso, o número representa 6,3% da potência nacional de energia solar. 

 

Fonte: Coluna Neila Fontenele O Povo / Portal Ambiente Energia